Pedras e Vitórias

Você sabia que Santos Dumont, pai da aviação, quando foi fazer seu primeiro experimento público –voar num balão dirigível- em Paris, com toda a imprensa da época no local, viu seu balão ficar agarrado a uma árvore logo na tentativa de subida?

Você sabia que a J.K. Rolling, autora dos livros do Harry Potter, apresentou os originais escritos a 12 (acho que foi isso) editoras e todas recusaram?

Você sabia que a Lia Salgado sofreu 3 reprovações e chegou a desistir de fazer concursos porque achava que nunca seria aprovada?

Quantos inventores foram ridicularizados em suas experiências, até conseguirem provar teorias inovadoras e que revolucionaram diversos campos da ciência e do saber?

E poderíamos aqui ficar falando de tantas pessoas de sucesso, que amargaram tropeços e constrangimentos até chegarem aonde desejavam.

Se fizéssemos um corte em cada história, logo antes da vitória, o que será que vocês pensariam de cada uma dessas pessoas? Fracassadas?

E quantas pessoas conhecemos que tentaram algo, mas ficaram pelo caminho quando encontraram dificuldades? Foram problemas reais e não poderíamos condená-las por terem desistido de seus projetos…

Parece que a diferença entre quem vence e quem não vence não é a quantidade nem o tamanho das pedras que encontraram pelo caminho, mas o que fizeram com elas…

E você, o que você vai escolher: uma boa justificativa para ficar onde está ou vai seguir adiante, com ou sem pedras no caminho?

Pedra no Caminho______________________________________________________________________

Links

● Facebook

● Twitter: @liasalgado_

● Coluna da semana no G1 (em vídeo) : ”Veja dicas de estudo e tire dúvidas sobre o concurso da Petrobras”

● Livro – Como Vencer a Maratona dos Concursos Públicos – à venda na Saraiva

 

qui 13 mar/2014