Erros Públicos 01

A língua portuguesa é cruel, verdade, cheia de regras e, mais ainda, de exceções. Eu mesma, que faço da escrita parte do meu “ganha-pão”, de vez em quando sou obrigada a “dar uma voltinha na frase” para driblar alguma dúvida quanto à forma correta de escrever. Mas faz tempo que eu me sinto profundamente incomodada com erros que vejo por aí, em placas oficiais, propagandas de campanhas caríssimas de marketing, sem falar nos erros que ouvimos no dia a dia. Há expressões tão comumente usadas da forma errada que quando usamos a forma correta corremos o risco de receber um olhar enviesado. É o caso de “duzentos gramas” ou “entre mim e você”. Torceu o nariz?

Por causa disso, para divertir e treinar o português, inauguramos hoje a coluna “erros públicos”. Não vamos usar fotos, para preservar a fonte (por questões éticas). Vamos criar representações gráficas do que encontrarmos por aí, misturando textos corretos a outros com erros. Na semana seguinte apontaremos o que estava ou não errado para você conferir.

Placa_01_Final

Placa_02_Final

qua 04 set/2013