Não sabe como fazer uma redação para concurso público? Veja dicas

009_Lia_Salgado_G1_30-08-2016Antes de tudo, para se fazer uma boa redação é preciso ter domínio da língua portuguesa. Essa parte será resolvida com o estudo para a prova objetiva.

É fundamental conhecer a forma correta de escrever as palavras, as regras de concordância, a pontuação básica.

Mas não é preciso um conhecimento erudito da língua para escrever uma redação excelente. O candidato deve ter consciência do que sabe e do que não sabe e não se “enforcar” à toa, ou seja, escrever dentro da sua capacidade. Não adianta fazer frases enormes, usar palavras complicadas e se perder na escrita ou na pontuação. O simples e o correto funcionam melhor nesse caso.

Confira a matéria e assista ao vídeo clicando aqui

_

ter 30 ago/2016

Depressão

Eu sofria de depressão e tive recomendação terapêutica de começar a correr diariamente, na tentativa de evitar o uso de medicamentos. Sou adepta do naturalismo e achei uma excelente troca, já que não gosto de tomar remédios.

Decidi começar a correr na praia, porque, sendo um lugar onde me sinto muito bem, achei que tornaria a tarefa mais amena. Meu filho mais velho dispôs-se a acompanhar-me.

No primeiro dia, fiz um breve alongamento, caminhei uns metros para aquecer e disparei o cronômetro quando comecei a correr. Quando não aguentava mais; travei o marcador e olhei: um minuto e quinze segundos! Quase caí para trás — eu precisava correr vinte minutos, pelo menos, para obter algum resultado!

Bom, levei aproximadamente uma hora para correr os tais vinte minutos. Corria, andava, descansava, voltava a correr.

Meu filho, de personal trainer, motivando, estimulando-me a vencer meus limites.

Quinze dias depois, eu já corria os vinte minutos em dois períodos de dez, com um pequeno intervalo para normalizar a respiração. Um mês após, corria vinte e cinco minutos, sendo: quinze minutos, pausa e mais dez minutos, com tranquilidade.

Controlei a depressão, e era essa corrida que me dava forças para vencer o stress nas épocas mais tensas da preparação.

Por isso, falo em persistência. Qualquer coisa que iniciamos, em qualquer área, requer dedicação, perseverança. Assim é com um atleta, obrigado a treinar horas e horas perseguindo uma melhor performance, superando seus próprios limites, muitas vezes enfrentando dor e medo.

Assim deve ser o concursando.

2014-05-05-50picforHParticle-thumb

_____________________________________________________________________

Links

● Facebook

● Twitter: @liasalgado_

● Coluna da semana no G1: ”Falta concentração para estudar? Veja o que fazer

● Livro – Como Vencer a Maratona dos Concursos Públicos – à venda na Saraiva

_

sex 26 ago/2016

Compartilhar o conhecimento ajuda no estudo para concursos

009_Lia_Salgado_G1_16-08-2016Na coluna de vídeo desta semana, a especialista Lia Salgado fala sobre técnicas de estudo para concurso público e como compartilhar o conhecimento pode ajudar a conseguir uma aprovação.

Júlio César e um amigo resolveram estudar concursos juntos e começaram um cursinho preparatório, mas seu amigo não conseguiu manter o projeto por problemas financeiros. Para ajudá-lo, Júlio começou a dar as aulas do cursinho para ele no período da tarde. O resultado da estratégia foi: aprovação dos dois no concurso público e Júlio ainda descobriu o seu amor por lecionar e agora também é professor.

Segundo Lia, os dois encontraram uma boa solução e os dois saíram ganhando. “A ideia do Júlio é fantástica, não só pelo aprendizado, mas também pelo fato de que ele incluiu um amigo no projeto de sucesso dele”, afirma Lia.

Confira a matéria e assista ao vídeo clicando aqui

_

ter 16 ago/2016

Turbine seus estudos – Dicas que fazem a diferença!

NADA DE JEJUM

Seu cérebro consome energia enquanto você estuda. Logo, você precisa ingerir carboidrato (pão, bolo, cereais) a cada três horas. Caso contrário, ele fica sem matéria-prima para trabalhar.

Mas tome cuidado! Não abuse, porque permanecerá sentado por muitas horas. Será quase inevitável ganhar uns quilinhos extras.

REFORÇO

Vitaminas, complementos alimentares, calmantes naturais, forti

ficantes, antifadiga. Acho que vale uma força extra para melhorar o seu desempenho. Procure orientação médica ou use recursos naturais que não apresentem contraindicação. Jamais comprometa sua saúde.

ATIVIDADE FÍSICA

Caminhada é uma ótima opção para quem tem vida sedentária. Não requer grandes preparos (somente um alongamento antes e depois) nem oferece riscos. Um tênis confortável, roupas leves e disposição são suficientes. Evite horário de muito calor e use protetor solar. O resultado é uma melhora acentuada da disposição física, da concentração (experimente e se surpreenderá) e até do humor. O que está esperando?

Se você já pratica esporte ou outra atividade física, ótimo! Continue e mantenha regularidade. Só vai contribuir para o seu desempenho. Já a interrupção tende a deixá-lo irritado e com menos atenção.

EQUILÍBRIO

Outra opção interessante são recursos que favoreçam o equilíbrio: meditação, ioga, tai chí chuan, que reduzem o stress e harmonizam corpo e mente.

Também o apoio espiritual, de acordo com suas crenças ou tradições, é valioso; ainda mais nesse momento em que toda proteção é muito bem-vinda…

Em resumo, em vez de criticar-se, acolha suas dificuldades, compreenda-as e busque soluções — naturais, sem agressões, preservando a saúde. Aprenda a pedir e a aceitar ajuda.

SUBLINHE

Sublinhe a matéria enquanto estuda. Um grifo bem feito vale um resumo. Só torne cuidado para não marcar tudo, porque de nada adiantará.

FICHAS-RESUMO X RESUMOS

Considero mais produtivas do que os resumos, porque mais rápidas de serem elaboradas e mais objetivas para serem consultadas. O candidato deve organizar cada disciplina estudada em fichas contendo quadros, esquemas e tópicos, sendo que cada uma deve conter o título da matéria, o subtítulo do assunto e ser numerada.

A ideia é privilegiar o aspecto visual e, por isso, o uso de cores é indicado (sem poluir). É importante incluir fórmulas, exceções, dicas e casos especiais, além de alguma observação relevante para a solução das questões.

São excelentes recursos para fixar a teoria e também como material para revisões em etapas posteriores do estudo e nas semanas anteriores à prova.

Anote suas dúvidas. Cada vez que retornar àquele ponto, verá que elas vão desaparecendo pela melhor compreensão da matéria. A cada vez o entendimento aprofunda-se mais um pouco. Peça também ajuda aos professores. É difícil para algumas pessoas, mas eles têm muita experiência e são nossos aliados nessa batalha.

_____________________________________________________________________

Links

● Facebook

● Twitter: @liasalgado_

● Coluna da semana no G1: ”Concursos públicos e a Olimpíada”

● Livro – Como Vencer a Maratona dos Concursos Públicos – à venda na Saraiva

_

 

qui 11 ago/2016

Concursos públicos e a Olimpíada

009_Lia_Salgado_G1_09-08-2016Difícil falar de concurso público num momento em que praticamente todos os olhares e pensamentos estão voltados para a Olimpíada. Mas quem está nessa pra valer precisa manter o foco no objetivo de ser aprovado.

O primeiro desafio é exatamente este: conseguir cumprir as metas de estudo estabelecidas e não deixar as próximas semanas escoarem como se fossem um longo feriado. Porque não são.

Para não ficarmos totalmente de fora do clima olímpico, vamos lembrar as características importantes para os atletas, e não será difícil observar que e os requisitos necessários para a vitória no esporte também levam ao sucesso em outras áreas da vida, em especial aqueles projetos de longo prazo.

Confira a matéria clicando aqui

_

ter 09 ago/2016

Como enfrentar a pressão familiar durante a preparação para concursos?

009_Lia_Salgado_G1_02-08-2016Eu entendo que quando a gente inicia um projeto está assumindo a responsabilidade por ele e não deve depender que as pessoas próximas estejam obrigatoriamente envolvidas.

Claro que quando se pode contar com o apoio de familiares e amigos é excelente, é o melhor dos mundos. Mas essa não pode ser uma condição. O projeto é pessoal e o salário também será.

Uma boa iniciativa é ter uma conversa honesta sobre os planos de fazer concurso público, e mostrar de que forma a vida será transformada depois da aprovação e as novas perspectivas que vão se surgir.

Confira a matéria e assista ao vídeo clicando aqui

_

ter 02 ago/2016